O teste de colisão é um procedimento fundamental para garantir a segurança veicular e passiva dos ocupantes dos carros. No caso do novo Fiesta 2015, diversos testes foram realizados para avaliar sua segurança em diferentes cenários de colisão.

Um dos testes realizados foi o de impacto frontal, que simula uma colisão frontal a uma velocidade de 64 km/h. Nesse teste, o Fiesta 2015 obteve uma boa pontuação, graças ao sistema de absorção de impacto na estrutura do carro e aos cintos de segurança de três pontos com pré-tensionadores e limitadores de força, que ajudam a reduzir os riscos de lesões graves nos passageiros.

Além disso, o teste de colisão lateral também foi realizado, simulando uma batida no carro pelo lado do motorista. Nesse caso, o Fiesta 2015 também recebeu uma boa pontuação, graças ao sistema de absorção de impacto nas portas e nas colunas, que ajudam a minimizar os riscos de lesões nos ocupantes.

Outros testes de segurança também foram realizados, incluindo o de impacto contra poste, de impacto traseiro e de capotamento. Todos eles se mostraram importantes para avaliar a segurança do novo Fiesta 2015 em diferentes situações.

No Brasil, a segurança veicular é regulamentada por normas específicas, que estabelecem os requisitos mínimos de segurança que os carros devem atender para serem comercializados. Entre as normas, está o teste de colisão, que deve ser realizado por todos os modelos de carro para avaliar sua segurança em diferentes situações.

Por isso, é importante que os consumidores estejam atentos às normas de segurança veicular e procurem carros que atendam aos requisitos mínimos, como o novo Fiesta 2015. Com isso, é possível aumentar a segurança passiva dos ocupantes dos carros e reduzir os riscos de lesões graves em caso de acidente.

Em resumo, os testes de colisão realizados no novo Fiesta 2015 mostram que o modelo é seguro e atende aos requisitos mínimos de segurança veicular. Por isso, é uma boa opção para os consumidores que buscam um carro seguro e confiável para sua família.